Blog do Popoca


BlogBlogs.Com.Br



Escrito por popoca às 09h09
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Nvidia 310M no Ubuntu 9.10




Um primo acabou de comprar um notebook Vaio Core i3-310M, que veio com o Windows 7, e me pediu que instalasse o linux em dual-boot.


Iniciei a máquina pelo live-CD do Ubuntu 9,10 e tudo correu bem. Tudo foi detectado de primeira. Mostrou as redes wireless da vizinhança e até mesmo a câmera funcionou, um pouco lenta por falta do driver de vídeo, que eu só ativaria após a instalação do sistema no HD.


A minha grande surpresa do dia foi a tela preta no primeiro boot, após a instalação e a ativação do driver da Nvidia. De cara, eu entrei no modo de recuperação e apaguei o xorg.conf, fazendo a máquina voltar a funcionar com o driver genérico Vesa, que roda sem efeitos 3D e até o fundo de tela padrão da identificação do usuário fica distorcido.


Fui no site da Nvidia na esperança de baixar o último driver para resolver o problema e descobri que não tem um driver para linux da 310M, nem mesmo beta. Baixei a última versão (NVIDIA-Linux-x86-195.36.15-pkg1) de qualquer forma, mas não resolveu o problema.


Como o meu primo está empolgado com a ideia de usar o linux como o seu sistema padrão, e até já teve algum contato com ele no trabalho, eu não queria que essa fosse a sua primeira impressão do Ubuntu, após se decidir a experimentar o linux para uso pessoal. Então eu pesquisei um pouco por usuários com a mesmo problema e encontrei a solução. Essa comunidade linux quebra um galhão, quando a gente está no aperto. Como só encontrei em inglês, resolvi colocar aqui para quem tiver dificuldade com a língua.


A solução foi apontar o xorg.conf, para um arquivo EDID.bin, que tem as configurações específicas da máquina em uso. Alguns usuários disseram que funcionou com o driver 185, que pode ser instalado a partir do repositório, então é aconselhável fazer uma tentativa com ele, antes de baixar o último (195) e ter que instalar sem usar o ambiente gráfico, como eu fiz.


Para conseguir o EDID, a sugestão foi usar o programa SoftMCCS no Windows, mas esse programa apresentou erro no Windows 7. A alternativa foi o Phoenix EDID Designer.


Após a instalação no Windows 7, bastou importar as informações do EDID da máquina ( o programa usa o driver instalado no Windows), exportar no formato RAW e renomear o arquivo para EDID.bin.


De volta ao Linux, copiei o arquivo para a pasta do usuário e criei um arquivo xorg.conf com o seguinte conteúdo:


Section "Device"
   Identifier "Device0"
   Driver "nvidia"
   VendorName "NVIDIA Corporation"
   Option "ConnectedMonitor" "DFP-0"
   Option "CustomEDID" "DFP-0:/etc/X11/EDID.bin"
EndSection


De posse dos arquivos xorg.conf e EDID.bin e com o driver da Nvidia instalado foi preciso entrar no terminal e copiar os arquivo para a pasta /etc/X11, com os comandos:


sudo cp EDID.bin /etc/X11/

sudo cp xorg.conf /etc/X11/


Pronto! Após reiniciar a máquina, o driver funcionou e foi possível ativar os efeitos visuais.






Escrito por popoca às 23h31
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 
Histórico
Outros sites
  BOL - E-mail grátis
  Guia do Hardware - Linux Kurumin
  Divulgar blog
Votação
  Dê uma nota para meu blog